Dez 02

O que fazer em caso de acidente?

o que fazer em caso de acidente

Quem circula na estrada está sujeito a, de um momento para o outro, se ver envolvido num acidente, Mas por mais pequeno que seja o acidente, as emoções que a situação provoca, muitas vezes impedem o condutor de manter a calma e os nervos tomam conta da situação!

Por isso mesmo o primeiro conselho é mantenha a calma, o que tinha de acontecer já aconteceu!

Após o acidente, desligue o motor,  saia da viatura mas só depois de verificar que não vem mais nenhuma viatura. Verifique se existe risco de incêndio ou derrame de líquidos tais como óleo ou combustível.

 

Vista o colete refletor e em seguida sinalize o local com o triângulo colocado de forma visível a aproximadamente 30 mt do acidente. Se houver ocupantes na viatura,  devem sair e colocar-se num local seguro, prevenindo-se da possibilidade de ocorrência de um outro acidente.

As viaturas não devem ser movimentadas, e é aconselhável que tire fotografias às viaturas e ao local de forma a ser possível mais tarde confirmar o sucedido.

 

Depois devem ser anotados os seguintes elementos de identificação:

– Condutores (documento de identificação, telefone e morada);

– Veículos (matrícula, marca e modelo);

– Seguros (o nome do segurador e o número da apólice, que podem ser encontrados num selo que deverá estar colocado no vidro da viatura);

– Testemunhas, se existirem deve recolher os seus contactos (telefone e morada);

Se for possível chegar a acordo sobre o modo como ocorreu o acidente, os condutores devem preencher e assinar a mesma Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA). Cada condutor deve ficar com um exemplar para entregar ao seu segurador. Sempre que possível, deve juntar fotografias dos danos e do local do acidente;

Se não for possível chegar a acordo, cada condutor deve preencher e assinar o seu próprio formulário de Declaração Amigável e entregá-lo ao segurador do outro veículo. Nestes casos, é ainda mais importante juntar fotografias dos danos e do local do acidente;

Se houver danos corporais deve-se solicitar a presença da polícia.

Para preencher a Declaração Amigável não é necessário que qualquer dos condutores se declare culpado.Se o condutor não for responsável pelo acidente, o facto de ter preenchido a Declaração Amigável não irá afectar o preço do respectivo seguro.

Para que serve a Declaração Amigável de Acidente Automóvel?

Quando os dois condutores estão de acordo sobre a forma como se deu o acidente, devem preencher e assinar a Declaração Amigável de Acidente Automóvel e entregá-la ao seu próprio segurador.A entrega deste documento nos respectivos seguradores é essencial para o funcionamento do sistema IDS – Indemnização Directa ao Segurado, que tem como finalidade acelerar a regularização do sinistro.Cada tomador do seguro lida directamente com o seu próprio segurador, que se encarrega de regularizar o sinistro, sendo depois reembolsado pelo segurador do outro condutor, caso este último seja o responsável pelo acidente.

 

Fontes: ASF

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.